Notícias

Notícia

Sindilojas-GO se posiciona sobre o fechamento intermitente do comércio

O Sindilojas-GO (Sindicato do Comércio Varejista no Estado de Goiás) acompanha com atenção a possível publicação do decreto estadual para fechamento intermitente do comércio nos municípios, com intervalos de 14 dias. O sindicato acredita que a paralisação da economia trará consequências ainda mais danosas nesta pandemia da Covid-19.

Em muitas cidades, como Goiânia, por exemplo, o comércio varejista teve de permanecer fechado por mais de 90 dias, o que afeta duramente a sobrevivência de qualquer micro, pequena e média empresa. Portanto, uma nova medida como essa, tão restritiva, representa um banho de água fria na esperança dos empresários que tentar manter a empresa e os empregos que geram.

O longo período de suspensão das atividades consideradas não essenciais, sobretudo em Goiânia, mostrou que o comércio não é o maior vetor de disseminação do novo coronavírus. Os casos, infelizmente, continuaram crescendo nos últimos meses, mesmo com a economia fechada. 

Um grande ponto de preocupação de toda a sociedade, compartilhado também pelo Sindilojas-GO, é o transporte coletivo, que tem gerado muitas aglomerações. Ao contrário das lojas de rua e dos shoppings, por exemplo, que fazem controle de acesso, os ônibus rodam cheios, com os passageiros aglomerados - o que parece não preocupar muito as autoridades, que veem essa situação se repetir diariamente sem tomarem providências para resolver o problema e proteger os usuários, motoristas e profissionais que trabalham na rede de transporte coletivo.

Mas o comércio, com todas as medidas que tem adotado na prevenção à Covid-19, se mostra na verdade um aliado do poder público para superar a pandemia do coronavírus. Por isso, o Sindilojas-GO acredita que os prefeitos, de acordo com o que o decreto recomendar, terão bom senso para fazer do comércio varejista um agente parceiro para cobrar o uso da máscara, disponibilizar pontos para higienização da população e ajudar a evitar aglomerações, com o distanciamento social nas lojas de rua, shoppings centers e galerias comerciais.

Receba novidades

Informe seu e-mail para receber novidades e ficar por dentro de tudo.